YOGA E DESPORTO

 

Pela prática do Yoga Sámkhya o desportista obtém uma extraordinária flexibilidade articular, elasticidade muscular, aumento da capacidade pulmonar, da resistência e equilíbrio que lhe permite diminuir a frequência de cãibras e a propensão a lesões. Isso deve-se à alta permanência sobre os limites, o que, coadjuvado pelas técnicas relaxamento (físico, emocional e mental) permite recuperações físicas profundas, rápidas e completas.

 

Após a intensa sessão de treino ou competição, o Yoga Sámkhya auxilia no desaceleramento da actividade orgânica, permitindo um extraordinário retorno à calma – muito importante no equilíbrio de todo o sistema imunitário, dando ao atleta a clara recuperação energética tão necessária, como se estivesse ainda a iniciar a competição.

 

Através da prática da Meditação obtêm-se altos níveis de concentração contínua que aumentam o desempenho mesmo em alturas de grande exigência e em climas emocionais adversos, permitindo o alcance das metas a atingir.

 

O Yoga Sámkhya é o Yoga Avançado, mas é graduado para todos os níveis do desenvolvimento, e é adaptado a TODAS AS IDADES.

 

 

YOGA ENTRE OS SURFISTAS

 

Entre os muitos benefícios, e falando em apenas 4 das 12 disciplinas técnicas do Yoga-Sámkhya, através da prática do ÀSANA (posições psicobiofísicas), o surfista obtém uma extraordinária flexibilidade articular, elasticidade muscular, resistência e equilíbrio que lhe vai diminuir a frequência das caimbras através da redução do ácido lácteo. Isso deve-se à alta permanência sobre os limites, o que, coadjuvado pelas técnicas do YOGANIDRÁ (relaxamento físico, emocional e mental) permite recuperações físicas profundas, rápidas e completas.

 

O correcto alinhamento da coluna vertebral é fundamental para o surfista pois por ela passa todo o sistema nervoso central, melhorando assim toda a coordenação física exigida desde o equilíbrio sobre a prancha à força na remada.

 

O PRÁNÁYÁMA (exercícios respiratórios de influência energética e neurovegetativa) vai aumentar a energia disponível, bem como a resistência ao frio, exacerbando a capacidade pulmonar do surfista que pode ir até aos 7 litros de oxigénio (quando o normal de um desportista são 2 a 4 litros), proporcionando assim uma melhor gestão de ar nos pulmões, tornando maiores e mais confortáveis as retenções da respiração a que todos os surfistas estão sujeitos quando vencidos pela força da onda.

 

Através de DHYÁNA (meditação pelo controlo da frequência das ondas mentais) e um dos seus níveis – a concentração – o surfista obtém o domínio da mente e melhora a rapidez dos seus reflexos, permitindo-lhe encontrar o timing certo na onda, de forma a aproveitar ao máximo todas as oportunidades que lhe surjam. 

A prática regular do Yoga eleva os níveis de auto-confiança, e favorece extraordinariamente o desempenho, não só ensinando a combater e a ultrapassar todos os factores circunstanciais de tensão, especialmente em condições exigentes e adversas, como por exemplo, em competição, ondas grandes, frio intenso, velocidades elevadas, saltos a grandes altitudes sobre zonas limites de risco, mas também aumentando e exacerbando extraordinariamente as capacidades latentes no praticante em todos os planos. Após a intensa sessão de treino, o Yoga auxilia no desaceleramento da actividade orgânica, permitindo um extraordinário retorno à calma – muito importante no equilíbrio de todo o sistema imunitário.

 

 

OS EFEITOS DE ALGUMAS DAS DISCIPLINAS TÉCNICAS DO YOGA  e A ALTA COMPETIÇÃO

 

No Ásana – posições psicobiofísicas – o trabalho de desenvolvimento e potência muscular é intensíssimo, parando largos períodos (onde nos outros métodos de treino se passa apenas por alguns instantes), usando o peso de todo o corpo, conseguindo uma força excepcional, e com alta resistência ao cansaço, diminuendo fortemente a propensão para as lesões, pelo treino da poderosas fibras musculares lentas, sem produção do nefasto ácido láctico (o rei das cãibras e produtor de lentas recuperações).

Conjuntamente com o endurance muscular são treinados a flexibilidade e os máximos alongamentos em simultâneo, não deixando que o primeiro ganhe vantagem sobre os outros dois, nem vice-versa; também na flexibilidade e no alongamento a alta permanência sobre os limites consegue resultados excepcionais. Tudo é feito a frio, sem lesões, escutando sempre o corpo, sem retracções com o arrefecimento, com a maxima responsabilidade balizada entre a ousadia e do bom senso.

 

No Ásana, o domínio da 1ª Força Universal, a gravítica, é constante, quer no movimento entre as exigentes paragens, quer nas posições fixas, onde a constante troca de informações (nos Ásana de equilíbrio) entre o cérebro, o corpo, o cérebro, etc., proporciona um equilíbrio não só físico, mas também depois emocional e psíquico. Os Ásana visam ainda um sabedor trabalho endocrinológico de modo que no praticante esteja sempre a ser estimulada uma elevada produção hormonal, mantendo-o constantemente numa altíssima forma, e num alto e equilibrado pico de juventude, mas mais importante, não só sentindo o potente e brilhante efeito hormonal, mas tendo consciência disso e dominando-o e utilizando-o positivamente. O trabalho sobre o sistema nervosa central e periférico / neurovegetativo, também é intenso no Ásana, criando elevadíssimos níveis de auto confiança e de auto estima. A vontade é temperada como aço nas difíceis imobilidades, e as situações de tensão são minimizadas pois o praticante aprende a relaxar em tensão – um dos segredos do Yoga.

 

O Yoganidrá – Técnicas do relaxamento físico, emocional e mental – proporciona descontracções profundas surpreendentes pelos seus rápidos resultados, pois algumas dezenas de minutos, equivalem a longas horas de sono. Esta Disciplina ensina e induz um correcto sono biológico nocturno profundo, reparador (e de natural e instantânea mudança de estado); combatendo também fortemente o stress resultante da alta competição e das situações de tensão correntes, aumentando o rendimento (e até o fair play), permitindo recuperações musculares e emocionais rapidíssimas e excepcionais. As técnicas do relaxamento profundo (por eliminação do debilitante stress) reforçam em muito o Sistema Imunitário, atribuindo uma alta resistência contra os ataques patológicos microbianos, tão comuns no mundo actual, conferindo uma actividade profiláctica biológica profunda; e estimulam a formação dos bio-opióides humanos que proporcionam uma invulgar resistência à dor, sem sofrimento.

 

Os Pránáyáma – Exercícios respiratórios de influência energética e neurovegetativa – permitem intensas oxigenações corporais, permitem igualmente aprender a sobreviver com o seu oposto – altos níveis de CO2, de forma não nefasta; permitem uma altíssima captação e armazenamento da energia, tornando o praticante fulgurante como um grande acumulador / condensador. Permitem ainda concentrar no cérebro altos níveis de oxigénio (e dos seus vitalizadores iões menos), proporcionando (juntamente com Ásana apropriado e Dhyána) uma super lucidez, e o desencadear de bio-estimulinas, de hormonas e de neurotransmissores, suportes de reflexos fulgurantes (os quais coadjuvados com os exercícios de desintoxicação, de estímulo da eliminação e de aceleração peristáltica – Kriyá – expulsam muito rapidamente as toxinas do organismo).

 

Dhyána / Samyama – Meditação pelo controlo da frequência das ondas mentais – uma das partes mais

importantes do Yoga, é o controlo do tipo de ondas mentais que produzimos (β – beta – para situações correntes, α – alfa – para profundas descontracções, θ – teta – para as grandes concentrações, e _ – delta – para a extrema e aguçada inteligência), sendo o praticante adestrado para altos níveis de concentração contínua, e de intense treino do uso total de todos os compartimentos cerebrais, e para as consequentes escolhas acertadas, instantâneas e fulgurantes.

O aumento do desempenho, a quase impossibilidade de falhar em alturas de grande exigência e em climas emocionais adversos, a extrema concentração e concretização milimétrica em qualquer situação, são resultados que se obtêm com esta Disciplina Técnica.

 

Mantra (Kírtana e Jápa) – o uso do fantástico som, com uma Grande Sabedoria herdada da Tradição Ancestral, é levado no Yoga a níveis impensáveis e a aplicações magistrais, mantendo uma elevada boa disposição, e por exemplo coadjuvando as Disciplinas anteriores de forma excepcional – como seja: aumentando a flexibilidade, os  alongamentos, facilitando a concentração, ou potenciando a descontracção, etc.… um fantástico e inumerável rol de inúmeras aplicações e reais benefícios.- Imagine tudo isto a acrescer à sua experiência de vencedor e ao seu génio –

Só experimentando – será sempre nosso convidado.

 

 

Extraído do Curso Superior do Yoga

do Grande Mestre Jorge Veiga e Castro

Yoga & Surf 2012

Praia Grande

Eventos - Yoga no Desporto

Yoga&Surf

Yoga com a Praia Grande SurfSchool

Em Agosto fomos para a praia Grande praticar com Surfistas, Bodyborders e todos os que quiseram juntar-se a nós.